Translate

27 de agosto de 2017

  ♥Iluminando ♥
   



Isa Martins


I ndo e vindo de várias experiências por íons
L ucramos em conhecimento, adquirimos força
U nificamos cada vez mais com o Criador
M udamos nossa frequência, adquirimos Luz
I ntensificamos nossa vontade em compartilhar
N a humildade de dividir o que aprendemos.
A ssim fazemos bom uso do que nos foi ensinado
N egar isso ao mundo e nossos companheiros,
D eixar de fazer a parte que nos cabe com amor
O nera nossa alma, então siga...vá ILUMINANDO!


Isa Martins

19 de agosto de 2017

  ♥ Sem "rebuscar",encontre o essencial!... ♥
 

 Z.Hora. 15.08.  


Vi nessa semana essa piadinha no nosso jornal daqui.
Nada de novo, engraçada ,mas me fez pensar num recado que ela passa:

_ NÃO COMPLIQUE A VIDA!

Foi o recado que vi!

Ouvir com atenção ao que é perguntado e dar as respostas sem complicações...
Por vezes podemos nos "perder" em tantos detalhes mirabolantes e científicos e não ver o essencial!


Fica a dica!

Lindo domingo na simplicidade do viver!

chica







12 de agosto de 2017

  ♥A preto e branco... ♥
 



A preto e branco são muitas
das nossas des(ilusões)...
(in)certezas...
des(amores)...
(des)venturas...
dos nossos (des)encontros...
(in)sucessos...

mas nem por isso...
deixaram de ter a candura do branco
e o mistério do preto!


Trouxe lá da Gracinha

Que pais e filhos saibam pela vida afora bem viver  momentos escuros, sabendo que o branco, bem clarinho e iluminado existe e que é o que mais os encanta! 

PARABÉNS papais pelo seu dia! 

chica

6 de agosto de 2017

  ♥ A felicidade...♥
 


 A felicidade é a percepção de que tudo está OK com a Vida, e não existe motivo algum de preocupação. 

 Não há palavras para descrever o processo.

É como um sol que nunca se põe. Resulta da unidade consciente do indivíduo com a Lei e com o Cosmos, e do seu sentimento de amizade universal por todos os seres: uma consciência, no entanto, que não precisa usar palavras.

 Momentos específicos da vida podem provocar esse sentimento de que “a vida é perfeita”. 
 Para o eu superior desperto, um contentamento ilimitado está sempre presente: o Sofrimento é um visitante e um professor, e a Paz constitui o território onde tudo acontece.

Daqui